Custos fixos e variáveis: você sabe a diferença entre eles?

Aprenda a organizar à agenda de contas da sua empresa
13 de dezembro de 2017
6 dicas para você fugir da procrastinação e turbinar sua produtividade
3 de janeiro de 2018
Exibir tudo

Custos fixos e variáveis: você sabe a diferença entre eles?

Um gerenciamento financeiro de qualidade envolve primeiramente compreender o que são os tipos de custos e como eles interferem em sua empresa. Contabilizar e administrar bem os gastos pode garantir resultados satisfatórios ao final do mês e do ano.

Uma das ferramentas utilizadas na gestão, para ajudar na hora de conhecer melhor as despesas e fazer um planejamento financeiro eficiente, é separar o que é custo fixo e custo variável.

A seguir apresentamos de forma simples e direta uma explicação do que é cada tipo de custo.

 

Custo fixo: o custo fixo é aquele que não varia se houver mudança nas vendas. São os gastos que permanecem constantes, independente de aumentos ou diminuições na quantidade produzida e vendida. Exemplos:

  • Aluguel;
  • Material de limpeza;
  • Salários.

 

Custo variável: o custo variável flutua em proporção direta com as mudanças na produção, ou seja, seus valores se alteram de acordo com as unidades que são produzidas.

Ele varia segundo as mudanças de volume, podendo permanecer o mesmo por unidade produzida, mas aumentando à medida que a produção, a venda ou a prestação de serviços for ampliada.

Como exemplos de custo variável podem ser considerados: as matérias-primas; materiais indiretos consumidos; custos de mão de obra e horas extras; comissões de venda; fretes e deslocamentos; máquinas adquiridas a mais; entre outros.

 

 

Comentários

comentários