Sociedade Empresarial: Quais os principais tipos?

Aprenda a calcular e definir o preço do seu produto ou serviço
28 de Fevereiro de 2018
3 dicas simples de investimento para turbinar sua micro ou pequena empresa
28 de Março de 2018
Exibir tudo

Sociedade Empresarial: Quais os principais tipos?

Está pensando em abrir uma nova empresa em sociedade com alguém? Então, é muito importante saber quais são as principais forma de se associar a outros empresários.

Neste post vamos ajudar você a entender quais são os principais tipos de sociedade e qual se adeque mais a sua necessidade.

 

O que é a sociedade empresarial

Em suma, a sociedade empresarial acontece quando duas ou mais pessoas se reúnem de maneira profissional para montar um empreendimento, com intuito comercial e visando o lucro.

É neste processo de união é normal não saber escolher entre os tipos de sociedade sua ideia melhor se adéqua, mas vamos ajudar você nisso, listando os 8 principais tipos de sociedade:

 

8 tipos de sociedade em empresas

 

 A seguir, vamos conhecer oito tipos que podem ser considerados antes de começar um novo negócio:

1. Sociedade Simples

Empresas que oferecem apenas serviços se enquadram nesse tipo de sociedade, ela é constituída por duas ou mais pessoas do mesmo ramo, que exercem a atividade-fim da empresa.

Empresas de Sociedade Simples não estão sujeitas a um processo de recuperação judicial e não precisa ser registrada na Junta Comercial. O que necessita ser feito é o registo em um Registro Civil das Pessoas Jurídicas.

 

2. Sociedade em Nome Coletivo

Nesta modalidade apenas pessoas físicas podem fazer parte da sociedade e todos os sócios tem responsabilidades ilimitadas e a administração deve ser feita obrigatoriamente pelos sócios, não podendo ter a opção de delegar para terceiros esse processo.

 

3. Sociedade Limitada

Na sociedade Limitada é um modelo de negócio onde cada um dos sócios deve entrar com um investimento inicial (que não precisa ser igual) no capital social da empresa.

Sendo que a participação de cada um dos sócios na administração da empresa é equivalente ao seu investimento inicial.

No caso de falência da empresa, o patrimônio pessoal dos associados é preservado, evitando assim que os mesmos tenham prejuízos, pois os mesmos não possuírem a mesma cota de participação da empresa.

 

4. Sociedade Anônima

Na Sociedade Anônima, o capital da empresa é dividido em ações, que são partes iguais que são vendidas para acionistas ou para os sócios, a quantidade de ações que cada sócio tem em sua posse limita o suas participações nas tomadas de decisão.

 

5. Sociedade Comandita por Ações

Essa é mais uma modalidade que tem como fator principal as ações. Mas neste caso, os sócios administradores são escolhidos previamente, e tem a responsabilidade sobre o processo de administração.

No caso de falência, os bens pessoais dos sócios diretores só são atingidos quando o capital social da empresa se esgota.

 

6. Sociedade em Comandita simples

A diferença para a Comandita de Ações é que na Comandita Simples, existem dois tipos de sócios: os comanditários e os comanditados.

Sendo que o comanditários somente entram com o capital e não podem exercer cargos administrativos, além de não poder ter o nome no registro. Já os comanditados, além de colaborar com o capital, também participam da parte administrativa da empresa.

 

7. Sociedade Cooperativa

As Cooperativas são sociedades simples e não estão sujeitas a falência. O principal objetivo desse tipo de sociedade é prestar serviço apenas para seus associados.

As Sociedades Cooperativas não possuem fins lucrativos e atendem a interesses comuns de um determinado grupo de pessoas. E sua gestão é inteiramente democrática, com participação integral e ilimitada de todos os associados.

 

8. Sociedade em Conta de Participação

Consiste em dois tipos de sócios: ostensivos e participativos.

Os sócios ostensivos tem por obrigação ser empresário e vai ser o responsável pela administração.

Já os sócios participativo não tem responsabilidade jurídica e já foi conhecido por esse motivo por sócio oculto.

Agora que você já sabe quais são os tipos de sociedade em empresa, é bom considerar as vantagens e desvantagens de se ter um sócio.

Contar com um sócio é uma decisão que deve ser bem pensado, pois geralmente em alguns momentos ela tende a ser um tanto quanto turbulenta e isso deve ser cuidado para não afetar sua empresa. Então, defina bem seus sócios e tome a melhor decisão.

Bons negócios.

Comentários

comentários