5 pontos fundamentais sobre a gestão das finanças em pequenas empresas

Como fazer o planejamento de compras e melhorar seus resultados
3 de agosto de 2017
Princípio de Pareto: O que é e como ele tem influência direta na sua produtividade?
17 de agosto de 2017
Exibir tudo

5 pontos fundamentais sobre a gestão das finanças em pequenas empresas

Quando se está iniciando em um novo negócio ou até mesmo quando se já está inserido a pouco tempo no mercado, existem uma área de conhecimento que sempre carece muitas vezes de conhecimento básico, que é a área de gestão financeira.

A gestão financeira é muito mais do que simplesmente gerenciar o seu fluxo de caixa, abrange como interpretar esses números e como usá-los da melhor maneira para que a empresa otimize seus resultados.

Se gerenciar uma empresa por si só já não é uma tarefa fácil, imagina para aquelas pessoas que não tem conhecimento suficiente sobre o gerenciamento de suas finanças.

E como já falamos, isso é muito comum, pois a maioria das pessoas que se aventura no próprio negócio não conta com um treinamento financeiro prévio para estar 100% preparada para exercer um gestão financeira adequada e eficiente.

Mesmo que você contrate um profissional para ser responsável pela gestão financeira da sua empresa, é necessário que você tenha pelo menos o conhecimento básico para poder fazer um acompanhamento efetivo dos resultados apresentados por esse profissional.

A capacidade de sua empresa se manter forte no mercado, crescer e levantar capital, tem como um pré-requisito contar com profissionais que façam esse controle financeiro da maneira correta.

Neste post, vamos tratar sobre isso, levantamos as 5 coisas mais importantes que você precisa saber mais pode gerir melhor as finanças da sua empresa.

 

#1. Entenda de contabilidade básica

A ideia não que você se torne um especialista em contabilidade, afinal essa não é sua função, mas pelo menos aprender como funciona uma declaração de renda básica e o que significa o seu balanço.

Esse tipo de informação pode ser encontrado em livros de contabilidade básica ou de maneira fácil em blogs e sites institucionais, mas sempre busque informações de fontes confiáveis.

A FlyERP sempre está criando conteúdos em nosso blog para ajudar os empreendedores a resolver suas principais necessidades, divulgamos semanalmente dicas simples e práticas sobre contabilidade, finanças e gestão em nosso blog.

 

#2. Gere receitas com um fluxo de caixa eficiente

Gerar receita é a parte mais importante do fluxo de caixa, caso você não esteja gerando receita não existe o que gerenciar.

Sendo assim, o foco principal é impulsionar a receita, e na sequência entender que quanto mais receita melhor, opte sempre que possível por fazer os recebimentos à vista ou adiantados.

Para que isso seja possível, ofereça descontos para pagamento antecipado e no processo de pagamento use a mesma tática, solicite descontos para pagamento antecipado. Essa gestão vai ajudar sua empresa a custear suas compras e pagar os salários dos colaboradores.

 

#3. Opte por instrumentos simples de gestão

Saiba quais são as métricas chaves de seu segmento de negócio, ou seja, aqueles que ajudam você a saber se está tudo certo com as suas finanças.

Use sempre umas 3 ou 4 métricas e/ou indicadores para gerir seu negócio de acordo com sua área de atuação.

Se sua empresa trabalha com a fabricação de produtos, o custo de produção é uma métrica importante, por exemplo. Caso seu negócio seja distribuição, os custos com logística e transporte são itens a serem observados.

Não podemos esquecer da importância do acompanhamento da previsão de caixa, previsão de vendas para o próximo período. Esses são apenas alguns exemplos de indicadores que você deve prestar atenção.

Busque os indicadores corretos para seu segmento e os acompanhe, isso vai lhe ajudar a prever problemas financeiros futuros e encontrar soluções mais rapidamente.

 

#4. Os cortes custos sempre afetam outros custos ou receitas?

Antes de sair por aí cortando custos, avalie todas as variáveis que esse corte pode alterar. Por exemplo, cortar a verba de marketing, pode afetar diretamente a geração de receitas com novos clientes e usuários, e isso vai tornar suas vendas menos eficiente.

Sempre que decidir cortar custos, faça uma análise minuciosa de todas as áreas que serão afetadas com essas restrições.

 

#5. Aprenda a cuidar do seu dinheiro antes de buscar capital externo

Muitas empresas antes de tudo de dar seu primeiro passo, já vão em busca de capital externo para investir na sua empresa, empréstimos e afins. É claro que alguns segmentos não conseguem iniciar sem esse aporte. Mas o ideal é ter certeza que você vai conseguir fazer sua empresa crescer, vai conseguir gerir bem esse investimento e suas metas são tangíveis.

Se possível tente manter sua empresa sem ajuda de investimentos de terceiros, empréstimos ou financiamentos. Pois, após partir para esse lado o empreendedor conta com uma obrigação ainda maior que é mostrar melhores resultados não somente para você e para o mercado, mas também para seus investidores.

Então, tenha certeza do seu potencial para administrar e investir essas verbas, antes de busca-las e assim evite maiores dores de cabeça.

 

Assuma o controle total das finanças para sua empresa?

O crescimento da sua empresa depende de quão hábil você investe, gerencia e consegue alavancar seus recursos financeiros.

A ideia desse post era mostrar com dicas simples como ter um controle maior sobre suas finanças e do seu negócio. Esperamos ter ajudado.

Não deixe de conhecer o FlyERP, um software totalmente pensado para ajudar você que tem um micro ou pequena empresa a ter um gerenciamento mais fácil, rápido e eficiente dos seus recursos.