6 dicas de finanças para sua micro ou pequena empresa

Como sua PME pode realizar vendas realmente lucrativas
8 de novembro de 2016
Como motivar seus vendedores e multiplicar suas vendas rapidamente
16 de novembro de 2016
Exibir tudo

6 dicas de finanças para sua micro ou pequena empresa

Seguir a a carreira de empreendedor não é uma decisão muito fácil de se tomar, afinal largar muitas vezes seu emprego formal e com certeza de ter um salário fixo no final do mês e muitas vezes estabilidade em busca de algo incerto é um tanto quanto delicado e requer audácia e coragem.

No início desta jornada, a grande maioria dos empreendedores exercem inúmeras funções na sua pequena empresa, isso quando não faz todas as tarefas dentro dela. É necessário cuidar das vendas,  desenvolvimento, fabricação e ainda cuidar de toda a parte de administração e nisso se enquadra a área financeira que pode ser um tanto mais complicada, pois nem todos tem o conhecimento e experiência necessária para lidar com os diversos cenários desta área.

Pensando nisso, destacamos sete dicas de finanças para empresas que estão dando seus primeiros passos. Vamos te ajudar a otimizar seu processo financeiro.

1. Separe as finanças pessoais das empresariais

Não existe nenhum empecilho legal que impeça você de ter uma conta pessoal juntamente com sua conta empresarial, por exemplo. Mas isso não é uma pratica recomendável, pois a longo prazo pode afetar seriamente a saúde financeira da sua empresa, principalmente se você tiver mais de um sócio.

Sendo assim, é interessante que você tenha um controle total de suas contas bancárias empresariais e trabalhe também com um cartão de crédito corporativo separado do pessoal. Essas simples atitudes vão ajudar você e seus sócios a separar as despesas do negócio de forma simples, direta e evitar problemas futuros.

 

2. Tenha controle sobre todos os seus custos

Você certamente antes de optar por virar dono de seu próprio negócio, ficou muito tempo planejando como fazer isso e como sua empresa pode se destacar perante a concorrência no mercado. Então, aproveite e tire um tempinho também para planejar suas despesas, todos os seus custos nos próximos 12 meses. Busque informações na internet, com outros empreendedores, em instituições que dão apoio a pequenas empresas, com o SEBRAE por exemplo. E, após isso calcule da maneira mais real e próxima da realidade possível todos os seus gastos com tributos, salários, fornecedores, equipamentos e até mesmo os menores custos, como por exemplo materiais de escritório.

Esse pequeno planejamento vai ajudá-lo a identificar as despesas do negócio a médio e a longo prazo e vai te dar maior segurança para tomar as decisões financeiras mais acertadas e fazer os investimentos da melhor maneira possível, sem precisar misturar as finanças pessoais com as da sua empresa.

 

3. Automatize e centralize seus documentos fiscais e financeiros

Uma péssima ideia para quem está começando é manter seus controles financeiros e fiscais em planilhas e papéis, pois pode acreditar que em algum momento, quando você mais precisar encontrar aquela confirmação de pagamento ou aquela nota fiscal no meio de toda aquela papelada, certamente vai ser um martírio para chegar até ela, isso se você encontrar. Mesmo que você tenha tudo organizado em pastas e arquivos, o tempo que vai ser perdido a cada busca e o risco de não ter um backup desses arquivos em caso de extravio ou urgência é muito grande.

Então o ideal é registrar todas as suas contas, recibos e notas fiscais em um só lugar, e para isso existem os softwares de Controle Financeiro Online, onde você pode guardar, integrar e buscar todos as informações sobre gastos e recebimentos de uma forma mais segura, rápida e acessível a qualquer momento pela internet.

 

 

4. Faça a opção por fazer seus pagamentos online

Já se passou o tempo de que toda a empresa necessita ter uma pessoa responsável por ir até o cliente para fazer cobranças e ficar na fila de bancos para efetuar pagamentos. Com a evolução dos métodos de pagamentos online, internet banking e também com a consolidação da segurança desses meios, a internet se tornou o canal mais rápido e barato de se fazer todas as suas transações financeiras. Em poucos minutos, sem gastar tempo em filas, sem trânsito e sem gastar com office-boy, é possível tomar conta de todas as suas finanças, pagamentos, notas fiscais, boletos para cobrança, enfim tudo de forma descomplicada e simples.

 

5. Conte com um bom contador

A grande maioria dos novos empresários não tem o conhecimento contábil e financeiro apurado, não conhece a fundo o seu regime tributário e tem muitas dúvidas sobre tributos, impostos e leis que se referem a sua empresa. Então, não é uma boa ideia esperar que alguém da receita federal venha até você para te alertar das suas obrigações fiscais. A dica é contratar um com profissional da área contábil para organizar seu plano de contas e administrar essa parte mais burocrática para sua empresa e você deve focar em outras áreas que tem conhecimento.

 

6. Não se iluda com lucros e prejuízos a curto prazo

Não tenha a falsa ilusão de que só porque este mês sobrou uma grana sua empresa está indo de vento em popa, e também não desanime se os resultados forem negativos. Pois apenas o fator de lucro e prejuízo a curto prazo não diz nada se analisado de forma isolada. É necessário analisar e manter sempre atualizado seu Fluxo de Caixa, com o total de entradas e saídas de seu capital e todos os períodos. A melhor maneira  de fazer isso é contar com a parceria de um sistema online para registrar, planejar e acompanhar todos os gastos da sua empresa a qualquer momento. Somente assim você vai conseguir analisar se forma mais clara se sua empresa está no caminho certo.

E aí, nossas dicas te ajudaram? O que você faz para manter a saúde financeira da sua empresa sempre saudável?

Gostou desse artigo? Compartilhe ou curta nossa página no Facebook, ou ainda assine nossa newsletter aqui embaixo e receba semanalmente as novidades.

Fique por dentro de todas as novidades do nosso blog!

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!>