Análise SWOT: O que é, como fazer e as vantagens para sua empresa.

Os 9 motivos por que as empresas fecham (e as soluções)
31 de maio de 2017
Quanto cobrar? Guia para formação de preços em pequenas empresas.
14 de junho de 2017
Exibir tudo

Análise SWOT: O que é, como fazer e as vantagens para sua empresa.

Estabelecer metas, avaliar o mercado e listar ações são pontos chaves para qualquer empresa que pretenda se colocar ou até mesmo se manter no mercado, fazem parte do planejamento estratégico.

Para que seja possível colocar essas medidas em prática e obter resultados através delas o gestor deve conhecer os pontos fortes e os pontos fracos do seu negócio e pensando nisso vamos apresentar neste post uma metodologia muito difundida e voltada para esse propósito, a análise SWOT.

 

O que é análise SWOT ou FOFA?

O termo SWOT é um acrônimo das palavras strengths, weaknesses, opportunities e threats que significam respectivamente: forças, fraquezas, oportunidades e ameaças, mas é bastante comum aqui no Brasil algumas pessoas usarem a sigla FOFA, ao invés da tradicional. Em suma a análise SWOT é uma ferramenta estrutural da administração, que possui como principal finalidade avaliar os ambientes internos e externos, formulando estratégias de negócios para a empresa com a finalidade de otimizar seu desempenho no mercado.

 

Quais os conceitos da análise SWOT?

Para você entender melhor como funciona essa análise, observe o quadro a seguir. Logo depois, descrevemos conceitos importantes dessa ferramenta.

 

Forças (Strenghts)

No que sua empresa realmente se destaca? Você já parou para pensar sobre isso? Nesta parte da tabela SWOT é sobre isso que você deve pensar. Quais os pontos fortes do seu negócio, quais as vantagens que apresentar sobre a concorrência. Separamos algumas questões que vão lhe ajudar a elaborar mais precisamente as forças da sua empresa:

  • Quais os seus melhores recursos?
  • Qual é a sua principal vantagem competitiva?
  • Qual seu nível de engajamento com clientes?

Lembre-se de neste tópico sempre levar em conta as vantagens que sua empresa tem sobre a concorrência.

 

Fraquezas (Weaknesses)

Apontar os próprios erros e falhas não é tarefa fácil, mas é algo que se faz muito necessário. Então, neste tópico como o próprio nome já diz cite itens que prejudicam o desenvolvimento do seu negócio, os pontos fracos internos. As questões abaixo, vão lhe ajudar a chegar a uma resposta:

  • Como é minha mão de obra?
  • Existem problemas de treinamento ou conhecimento?
  • Por que meus clientes escolhem a concorrência?
  • O que eu poderia fazer de melhor?
  • O que nos faz perder vendas ou aumentar os custos?

Após isso, análise cada questão de forma isolada e veja quais os fatores são os responsáveis por cada fraqueza e encontre medidas para minimizar esses erros e os corrigi-los.

 

Oportunidades (Opportunities)

São as características que influenciam sua empresa de forma positiva. São derivadas de fatores externos, por esse motivo não temos controle sobre elas. Podem surgir de inúmeras formas, como abertura de novas linhas de financiamento, mudanças político econômicas, novas tecnologias, períodos ou datas importantes. Para identificar é extremamente necessário pesquisar sobre os acontecimentos que estão ocorrendo atualmente e os que podem ocorrer e como eles podem ser usados como oportunidade pela sua empresa.

 

Ameaças (Threats)

As ameaças são pontos externos que podem trazer uma influência negativa sobre seu negócio. Precisam ser tratados com muita cautela, pois influenciam diretamente no seu planejamento estratégico e consequentemente nos resultados de forma direta.

Da mesma maneira que o tópico anterior deve-se levar em conta todos os pontos: sociais, políticos e econômicos e também a concorrência e como isso pode ameaçar sua empresa.

Uma análise SWOT feita de maneira correta tem como objetivo unir da melhor forma esses quatro tópicos citados anteriormente e assim oferecer um diagnóstico realmente confiável para ser integrado a gestão estratégica da empresa, de modo a ajudar na elaboração de um plano de negócios mais seguro a médio e longo prazo. Com isso as oportunidades ficam mais visíveis e é possível fugir ou pelo menos minimizar as ameaças que rondam seu negócio.

 

Quais as etapas da análise SWOT na sua empresa?

Depois de conhecer os conceitos básicos da análise SWOT, vamos apresentar uma espécie de passo a passo para mostrar como fazer o procedimento de maneira correta na sua empresa:

  • Analise as áreas específicas em que você atua;
  • Observe como a concorrência se comporta;
  • Faça um documento curto e simples para a análise.

Tendo isso em mãos, você está pronto para iniciar o uso da ferramenta.

 

1 — Defina as vantagens e desvantagens diante da concorrência

Faça a identificação dos pontos fortes e fracos da sua empresa em relação a concorrência, busque saber o porquê isso ocorre internamente da sua empresa e elenque ações para resolver os pontos fracos. Conforme as mudanças vão sendo implementadas as vantagens e desvantagens também podem ter variações.

 

2 — Identifique oportunidades e ameaças no mercado

Chegou o momento de observar quais são as oportunidades e ameaças que o mercado oferece a sua empresa. Esse tópico está relacionado ao futuro do seu negócio, para que seja possível prever como vai estar a situação daqui a algum tempo. E os resultados vão ser usados no planejamento estratégico da sua empresa.

 

3 — Faça a análise final

Tendo todas as informações anteriores em mãos, chegou a hora de escolher as melhores táticas. Esse é um ponto importante para ver como utilizar da melhor forma possível as oportunidades e como evitar as armadilhas que podem atrapalhar seus planos.

 

Tenho uma pequena empresa, vale a pena a análise SWOT?

Indiferente do porte da sua empresa, a metodologia SWOT pode ser usada com ótimos resultados. Para micro ou pequenos negócios, o processo é praticamente o mesmo, com pequenos ajustes. Pois a ideia de análise de mercado pode ser feita de maneira global e a parte de oportunidades se restringir localmente.

A metodologia SWOT permite as empresas uma atuação mais segura diante do desafios do mercado. Pois, se você sabe quais são suas vantagens, seus problemas e como isso pode afetar sua empresa, fica muito mais fácil traçar um caminho quando se sabe para onde se pretende ir.

O fato de sua empresa ser de pequeno porte não dispensa o uso do SWOT, por outro lado, se torna mais fácil e muito menos complexo utilizar essa ferramenta e colocar o processo em prática, atingindo ótimos resultados em um espaço de tempo menor.

Não deixe de conhecer como o FlyERP pode se tornar uma vantagem competitiva para sua empresa.