Economize tempo usando o FlyERP como seu emissor de NF-e

Quais os tipos de notas fiscais para microempresas
22 de fevereiro de 2017
As 7 principais razões que fazem os negócios fracassarem
8 de março de 2017
Exibir tudo

Economize tempo usando o FlyERP como seu emissor de NF-e

As empresas são cercadas de vários processos burocráticos, e isso não é diferente quando falamos de pequenas e médias empresas. Entre esses processos podemos destacar o processo fiscal, ou seja, encargos, tributos, emissão de documentos. E isso tudo demanda tempo, e é sobre como agilizar esse trabalho utilizando o FlyERP que vamos tratar neste post, focando no processo mais complexo e procurado, que é o emissor de notas fiscais eletrônicas. Vamos lá?

 

Ganhe tempo ao emitir as NF-e no FlyERP

Chega de emitir documentos fiscais pelo site da sua prefeitura, agilize esse processo e ganhe tempo fazendo isso pelo seu sistema de gestão. Além da agilidade no processo, o processo de emissão fica muito mais organizado e confiável, pois como os registros de vendas e clientes já estão no seu sistema, não será necessário digitar novamente todas as informações para cada nota emitida e ainda tudo fica centralizado em um só lugar.

Outra vantagem é manter um padrão de impostos e alíquotas no documento fiscal, como você tem todos os documentos armazenados no mesmo local e de fácil visualização, é possível definir padrões de acordo seu tipo de transação, agilizando assim o processo e evitando erros de digitação.

Somente com esses exemplos já fica claro como é possível ganhar um tempo precioso na sua rotina empresarial somente por utilizar o emissor de NF-e do FlyERP. Mas as vantagens não se restringem somente a isso, outras inúmeras vantagens vão ajudar a qualificar ainda mais seus processos de gestão. Agora vamos destrinchar todos os tipos de notas que o FlyERP trabalha.

 

Quais os tipos de notas podem ser emitidas pelo FlyERP?

Nesta parte do post vamos listar e falar sobre cada uma das notas fiscais que podem ser emitidas pelo FlyERP, desde as mais tradicionais e usadas NF-e e NFS-e, passando por outros documentos menos usuais, mas que em algum momento e dependendo do seu ramo de atuação serão muito úteis. Então é hora de ficar sabendo até onde o FlyERP pode levar seu negócio.

 

NF-e

A Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) registra a venda de produtos, servindo principalmente para o recolhimento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI).

Como funciona o processo: É enviado para a Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz) as informações contidas na nota emitida através de um arquivo XML. A mercadoria vai acompanhada do Documento Auxiliar de Nota Fiscal Eletrônica (Danfe), cuja chave de acesso com 44 números pode ser consultada no portal federal da NF-e para conferir a sua autenticidade.

 

NFS-e

A Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e) registra a venda de serviços, sendo empregada no recolhimento do Imposto sobre Serviços (ISS). Por se tratar de um tributo municipal, a sua emissão é regulada pelas prefeituras. Não se preocupe com a implantação, pois contamos com um suporte especializado que vai fazer esse processo entre sua empresa e a prefeitura de sua cidade, deixando o sistema prontinho para emitir esse tipo de nota.

 

Nota de remessa

Quando uma mercadoria é movimentada em remessa simples, sem que uma venda tenha sido realizada, não há cobrança de tributos. Isso acontece porque a operação comercial em si acontece antes ou depois desse envio. Nesses casos, o documento que acompanha o produto é chamado de nota fiscal de remessa.

 

Nota de compra ou de entrada

Também chamada de nota de entrada, o documento é emitido contra o seu CNPJ pelo fornecedor de uma mercadoria adquirida pela sua empresa. Como o próprio nome já diz, representa o entrada de um produto no seu estabelecimento, como equipamentos, máquinas ou peças. Também pode ser emitido pelo seu sistema, em substituição ao fornecedor pessoa física, por exemplo.

 

Nota de devolução

A nota de devolução tem como objetivo anular os efeitos da operação de compra e venda, quando há movimentação financeira. Ela informa aos órgãos de fiscalização que o produto retornou à sua empresa, seja por erro ou defeito na mercadoria ou atraso na entrega, por exemplo.

Ao emitir o documento, é importante informar o número, a data da emissão e o valor da operação original, assim como os impostos que se aplicam à operação.

 

Nota de retorno

Esse é um caso previsto quando uma mercadoria retorna sem estorno, não envolvendo o financeiro. A substituição do item ocasionada por problemas junto ao fornecedor por exemplo, assim como ocorre com a volta de demonstração, reparo, consignação ou depósito.

 

Nota de exportação

Essa é outra facilidade oferecida pelo sistema emissor de NF-e. Empresas optantes pelo Simples Nacional que realizam vendas para o exterior precisam detalhar alguns dados específicos na nota fiscal.

Entre as diferenças, está a inclusão do local de embarque da mercadoria para fora do país, em um porto ou aeroporto, por exemplo. Também é preciso indicar a situação tributária do ICMS e do IPI. Com o uso do FlyERP esses passos ficam muito mais simples e amigáveis.

 

Nota complementar

Outro recurso previsto no sistema é a emissão de uma nota complementar, que se aplica quando há necessidade de acrescentar informações sobre a operação realizada, mas não alterá-las — o que exigiria o cancelamento (processo que também pode ser feito pelo FlyERP)

Esse tipo de documento pode ser utilizado quando há modificação no preço da operação, no volume de mercadoria e no cálculo do tributo. Os demais campos precisam estar iguais à NF-e original, o que inclui dados sobre emitente e destinatário, além dos próprios produtos envolvidos.

 

Mantenha seus documentos fiscais sempre organizados

Neste post tratamos sobre como o FlyERP vai ajudar sua micro ou pequena empresa no processo de lançamento de notas fiscais eletrônicas e quanto isso vai trazer de retorno em forma de agilidade e eficiência para seu negócio.

Caso sua empresa ainda não utilize o FlyERP ou não conte com nenhum sistema de gestão que ofereça essas facilidades, chegou a hora de dar um passo a frente e ver como é simples se tornar nosso usuário.

Caso já seja nosso usuário, esperamos que este post tenha sido de grande utilidade para mostrar as inúmeras maneiras de organizar sua empresa com as ferramentas que oferecemos.

Bons negócios.