5 dicas para fazer sua microempresa entrar com o pé direito em 2017

Gestão Financeira: Os 4 grandes erros que sua empresa não pode cometer
2 de dezembro de 2016
As 5 armadilhas que sua empresa não pode cair ao tentar aumentar a lucratividade
8 de dezembro de 2016
Exibir tudo

5 dicas para fazer sua microempresa entrar com o pé direito em 2017

Estamos finalizando o ano de 2016, e 2017 tá vindo aí. Nenhum momento é melhor para começar a organizar as finanças da sua empresa que o início do ano. Pois bem, está chegando a hora e neste post separamos algumas dicas que vão te ajudar a transformar 2017 no seu ano.

Então, depois das festas, espumantes, fogos e toda aquela euforia é hora de colocar em prática as promessas de melhoria na sua empresa, novas atitudes = novos resultados.

Vá se organizando e entre o novo ano com o pé direito, que certamente esse será o ano de mudanças e crescimento, mas isso depende primeiramente de você. Vamos lá?

 

1) Faça o fluxo de caixa regularmente

Seria muito bom se você pudesse prever o que vai acontecer no ano que vêm com a sua empresa, não é mesmo? E quem disse que isso é impossível? Pelo menos em partes isso é bem viável e simples de se fazer. Você deve estar se perguntando, mas como? Pois bem, já falamos várias vezes no nosso blog sobre o famigerado Fluxo de Caixa. Essa ferramenta se bem utilizada tem o poder de ajudar a sua empresa a visualizar uma estimativa real do futuro do caixa do seu negócio, prevendo seus ganhos e gastos para os próximos meses.

Com um controle efetivo do fluxo de caixa é possível ter uma base sólida de períodos de baixa no mercado e antecipadamente tomar decisões importantes para que isso não afete à saúde financeira do seu negócio.

Então, já temos o primeiro passo para 2017: Separe suas contas e faça a previsão dos pagamentos que serão recebidos pela sua empresa. Assim você vai evitar sustos e entrar o ano novo com o pé direito.

 

2) Crie hábitos para controlar as finanças da sua empresa

O que acontece com várias empresas e pode ser que tenha acontecido em algum momento na sua, em vários períodos do ano, seu negócio passa por fases de folga no fluxo de caixa e neste momento o seu controle financeiro é deixado de lado. Afinal, esse controle é só importante em momentos de prejuízos e baixa no mercado, não é mesmo? Nãããooo! Se você faz isso, pode ter sérios problemas. Pois, sem um controle efetivo e contínuo das suas finanças é impossível prever gastos futuros e isso vai impactar fortemente nos seus resultados.  Então mantenha a disciplina no seu controle financeiro.

Uma dica é manter uma rotina diária de acompanhamento e registros financeiros, assim essa tarefa não acumula e fica menos maçante de se fazer. Torne isso um hábito e quando você perceber vai estar fazendo isso automaticamente.

 

3) Corte gastos desnecessários e determine seus custos

Temos que garantir que nossa empresa sempre fique atuando no azul, então é importante conhecer e detalhar seus custos fixos e variáveis mensais. Somente assim, você pode descobrir onde está indo o dinheiro do seu negócio a cada mês. Um acompanhamento do fluxo de caixa pode ajudar muito a detectar onde estão esses custos desnecessários que podem ser cortados.

Tendo conhecimento desses custos, é hora de determinar o que é realmente essencial para que sua empresa ofereça os melhores serviços e continue tendo resultados positivos, certamente somente fazendo essa análise é possível detectar vários pequenos detalhes que somados no fim se tornam em custos desnecessários e significativos para sua empresa.

 

4) Cuide do seu capital de giro

Não ter um um bom capital de giro é uma das maiores razões pelas quais os empresários não conseguem manter a estabilidade financeira de suas empresas. Sabendo disso, não esqueça de priorizar a organização de suas contas de modo que consiga manter um bom equilíbrio entre entradas e saídas.

Ter um fundo para surpresas e gastos emergenciais  é outra boa dica, então, se possível tenha sempre uma grana guardada. Assim, é possível evitar ter problemas financeiros e cair em empréstimos e juros absurdos.

 

5) Automatize o seu controle financeiro

Caso sua empresa ainda se utiliza de planilhas e aquela papelada toda para controlar sua gestão financeira, essa é a hora para dar um passo a frente e otimizar seu processo. Torne seus controles mais profissionais, adote um software de controle financeiro e tenha tudo registrado de maneira fácil, barata e organizada.

Essas são nossas dicas para que você e sua empresa entrem 2017 com o pé direito e com dinheiro no bolso.

  controle-ideal

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fique por dentro de todas as novidades do nosso blog!

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!>